Início Notícias Agenda Videos Quem somos Contactos

BRUTAL MUSIC MAGAZINE #3 Reportagem - MOONSPELL / REDLIZZARD; REVIEW / BIOGRAFIAS / NOTICIAS EUFOBIA / DOKUGA SYSTEMIK VIOLENCE / 800 GONDOMAR / VEINLESS / BULLET-PROOF / SOLITARY RITUAL / DEVANGELIC / INCURSED / BIZARRA LOCOMOTIVA e muito mais #entra aqui#

Translate this Page

Rating: 2.6/5 (742 votos)

ONLINE
2


Partilhe este Site...

 BRUTAL MUSIC MAGAZINE #3 Nov/Dez

Parceiros


Franceses WeaKsaW em entrevista
Franceses WeaKsaW em entrevista

Por: Miguel Ribeiro

Respostas de Leo (guitarrista)

-Hintf: Quem são Weaksaw? Como tudo começou?

Weaksaw é uma banda de cinco elementos: Bryan (bateria) e eu (Leo, guitarras), que formaram a banda em 2008, Erwan (guitarras), Charles (baixo) e Tristan (vocalista). Nunca alterámos o line-up. Bryan e eu começámos a tocar coisas brutais depois de uns anos numa banda que não era de metal, mas às vezes tens que destruir as orelhas do teu vizinho com som pesado!

-Hintf: Porquê o nome Weaksaw? O que significa?

É um absurdo. Então escreves tudo errado (risos). Depois de uma peça de teatro, falámos no carro sobre um nome de banda: WeaksaW, com dois W e um K no meio foi a escolha certa. Não é uma palavra do mundo real, podes googlar facilmente!

-Hintf: Que tipo de Metal vocês tocam?

Som moderno com muitas influências. É muito difícil responder a essa pergunta: basta ouvires e dizer-nos que tipo de música achas que é! Eu acho que é uma espécie de mistura entre Whitechapel, Morbid Angel e Deftones? ..

-Hintf: O que influencia as vossas músicas e letras?

Para a música: de Bonobo (trip hop) a Behemoth. Eu sou um grande fã de Deftones e som dos anos 90, Erwan sabe tudo sobre death e black metal, Charles e Bryan tem um background de rock clássico, Tristan e eu adoramos Hardcore / punk rock ... Queremos criar uma mistura , Uma conexão entre todos os nossos mundos musicais. Estou muito orgulhoso do rumo que estamos a seguir desde o início de WeaksaW: falamos muito sobre o que queremos e o que não queremos. Para as letras: todas as histórias escuras do passado. A maioria das letras em «The Wretched of the Earth » são sobre o esquecimento (zabveniye em russo), alguns contos esquecidos da História. É muito escuro, porque nós somos. Hoodies pretos e tatoos geométricos, duh !! (Risos).

-Hintf: Álbuns, eps, singles já lançados? 

Lançámos uma demo em 2008, «13x13» e «The Overture EP» em 2009 no Chicken Coop Studio, em França. O nosso primeiro álbum, "WeaksaW", foi lançado em 2012 na Klonosphere Records. Com « The Wretched of the Earth » (2016, Lifeforce Records), queríamos continuar o caminho  do nosso último EP, «James Huston Jr» (2013): um som mais orgânico com ambientes e riffs brutais. A experiência com Mark Lewis e Jason Suecof (Audiohammer Studio: Black Dahlia Muder, Whitechapel, Trivium, Job for a Cowboy ...), baseado na Flórida, foi totalmente alucinante. Nós gravámos a bateria nos EUA e cordas / vocais na França com o Mark. Posso dizer que NUNCA vamos tocar com os nossos instrumentos como antes!

-Hintf: Como é relação com a Lifeforcerecords?

Funciona como um encanto. Stefan, o capitão do navio, é um verdadeiro amante da música o que é muito raro hoje em dia. Temos um contrato baseado no material artístico e não sobre o dinheiro e negócios desumanos. Nós somos sortudos, orgulhosos e gratos de trabalhar com esta editora. Somos uma banda de uma pequena cidade no sul da França a lidar com a Lifeforce Records, que trabalhou com Trivium, Heaven Shall Burn, Between the buried and me! .... É incrível.

-Hintf: É fácil ter uma banda como a vossa em Montpellier (França)?

Não. Tem muitos músicos, mas França não é realmente um país com tradição metalhead. Nós preferimos queijo fedorento e baguettes, mas temos bandas surpreendentes na nossa zona : Verdun (doom), Mudweiser (stoner), membros de Uneven Structure (ambiente e progressivo)… Felizmente temos muitos voluntários que nos ajudam (o Incrível Salvatore, adoro-te) e um núcleo duro de companheiros. Todos os concertos que acontecem são no Black Sheep, um pub rock na baixa..

-Hintf: Falem mais sobre Montpellier ...

Bem, é uma bela cidade no sul da França, com muitos gin Tonic e um monte de discotecas, Ibiza-estilo praia! ... Há um fundo medieval lindo: por exemplo, as duas torres das muralhas da cidade, o Tour des Pins E o Tour de la Babotte, foram construídos por volta do ano 1200. No centro da cidade, temos uma arquitetura típica do século 19 (estilo "Haussmannien"), eu realmente adoro!

-Hintf: Quais são os vossos  planos para o futuro? E também os vossos  maiores sonhos ...

Seguir o nosso próprio caminho, fazer as escolhas certas, tornando-nos mais fortes e tocar em países estrangeiros. Nunca escolhas a maneira mais fácil. Os meus maiores sonhos? Fazer uma tour com Deftones ou Karnivool e morrer sob uma gigantesca quantidade de mamas.

-Hintf: Como foi tocar em Portugal?

Foi muito fixe . As pessoas são incríveis e falam francês às vezes (!). Adoramos tocar em Portugal e Espanha, pessoas de mente aberta, realmente gostei dos concertos, boa comunicação e energia.

-Hintf: Uma mensagem final para os vossos fãs e leitores da hintf ...

« There is no spoon… »

 

Uma entrevista realiazada por Miguel Ribeiro/Hintf Webzine

topo