Entrevista Exclusiva com Peter de Insaniter

Entrevista Exclusiva com Peter de Insaniter (Grécia)

                              

 

SdR - Para primeira pergunta , eu gostava de saber como esta conexão á música surgiu e por que o metal?


1.Comos todos nós sabemos o início de metal é como uma revolução! É uma música que expressa nossos sentimentos, melhor do que outro tipo de música e faz com que a nossa raiva se liberte. Eu era criança quando ouvi jazz, rock, blues, punk, é tudo boa música, com grandes músicos, mas o metal é mais essencial e mais poderoso. Metal sempre ajuda quando você precisar dele! Então, eu queria fazer a minha música, minha música do metal extremo!


SdR - O nome da banda tem um significado especial?


2. Insaniter significa maníaco, para algumas pessoas louco, louco por música, metal, e seus meios que nós mesmos somos. Insaniter são as pessoas que não dão a mínima para dinheiro, política e outros funcionários similar. Insaniter significa Thrash maníacos!


SdR - A banda existe desde 2011 e agora está sozinho é uma opção preferida?


3 Neste momento não existem opções! Você deve tentar com todo o seu poder, se você quiser fazer alguma coisa! Você sabe, se você tiver três membros, há mais ideias, mais espírito de cooperação, que tem mais fãs, mas sempre existem alguns problemas. Agora eu posso escrever o que eu quiser, como guitarras técnicas que eu quero, e sim fazer algo exatamente como você imagina. Desta vez eu estou escrevendo guitarras tambores vocais graves, eu realmente gosto dele, e eu acho que eu estou dando um bom resultado. O único que eu mudaria, seria os vocais! Prefiro vocais mais violentos como Kreator ou Randy Rampage!


SdR - O que segnificou para você o lançamento do EP "Initium" em 2014?


4.Não há palavras. Nesta situação, é tão difícil fazer um cd sozinho, sem dinheiro, sem tempo. Você sabe, um monte de gente acha que é fácil fazer um cd. Isto é triste, um monte de pessoas que não percebem o quão difícil é isso. Tenho orgulho para o Initium, é um ótimo cd, não é uma obra-prima, mas tem apenas boas músicas, boas idéias, o thrash sentido, sem riffs de cópia de outras bandas e eu acho que as pessoas vão gostar dele!


SdR - Nós todos sabemos que a atual crise na Europa afeta nossas vidas de muitas maneiras, como você acha que isso afetou o metal na Grécia.


5.Sim que está correto! A crise afeta a todos na Grécia, assim como o metal. Mas se você não tem dinheiro ou você tem que trabalhar 10 horas por 400 € mês, sim, é difícil fazer um bom cd ou para fazer um bom show ao vivo. Mas isso não é apenas a crise. Nossa mentalidade bloquea a nós mesmos. As revistas, os locais e os promotores ainda promover as mesmas bandas há 30 anos, e seus próprios amigos (bandas). O mesmo acontece com os shows ao vivo! Devemos trabalhar juntos e apoiar um ao outro .penso que as pessoas querem ouvir novas bandas, e há um monte grandes bandas, mas ninguém lhes dar a oportunidade! O dinheiro tem tomar o controle. O metal deve ser mais uma vez uma espécie de revolução (Não quero dizer que com o sentido político), neste momento o metal é uma ferramenta, nada mais, os verdadeiros fãs de metal são menos do que os outros, mas eu acho que ser sempre verdadeiros metalheads.


SdR - Para terminar esta pequena entrevista, qual é a mensagem que gostaria de deixar aos nossos leitores?


6.Primeira de tudo eu quero agradecer-lhe pelo apoio! Pessoas como você está dando a nós o poder para continuar! Sobre seus leitores, quero dizer que a vida real e metal real está lá fora, Insaniter vai trazer thrash por muito mais anos para nos dar uma chance para mostrar o que tem tudo a ver! Thrash-los todos!

 

Este entrevista é exclusiva do Som do Rock.

É proibido qualquer reprodução quer seja total ou parcial, tanto de texto, Fotos e/ou videos, sem a autorização do site.